As injeções de resina epóxi são aplicadas em estruturas de concreto que apresentam fissuras ou trincas, visando protege-las e recompor a monoliticidade da estrutura.
A resina epóxi é um dos materiais mais eficientes para o tratamento das trincas e fissuras, sendo um material rígido após a cura, devolve a monoliticidade da peça, porém, somente aplicada às fissuras e trincas passivas.
A Resina epóxi é um produto isento de solventes, com excelente aderência ao substrato e baixa viscosidade, penetrando em fissuras maiores ou iguais a 0,1 mm.

Injeção de Poliuretano

As injeções de resina de poliuretanos são aplicadas em estruturas de concreto que apresentam fissuras ou trincas, visando protege-las e estancar infiltrações.
As resinas de poliuretano apresentam baixa viscosidade, possuem excelente aderência, grande durabilidade, são isentas de solvente e são impermeáveis.
A injeção de poliuretano é utilizada para selar trincas com infiltrações nas estruturas e possui 2 tipos: “espuma” e de “gel” de poliuretano.

Espuma de poliuretano

A espuma é utilizada para obter a estanqueidade provisório em locais com fluxo de água, por ter uma reação muito rápida com a água, ela se expande formando uma barreira provisória para o fluxo, possibilitando a injeção do gel de poliuretano, que garantirá a estanqueidade definitiva.

Gel de poliuretano

A resina que promove a estanqueidade permanente é o gel de poliuretano, estancando por completo qualquer tipo de vazamento, o gel de poliuretano possui baixa viscosidade, alta aderência e são totalmente impermeáveis, é aplicado após a espuma, preenchendo os vazios e calafetando a fissura de forma permanente.